Automação Residencial e Predial

1 . O que é
A automação é o uso da tecnologia para controlar recursos do dia a dia, como áudio e vídeo, iluminação, abertura e fechamento de portas, controle de temperatura de um ambiente, acionamento de um determinado eletrodoméstico à distância e etc. A automação possibilita poupar energia, proporcionar mais segurança e aumentar o conforto e praticidade dos moradores de uma casa, edifício, ou dos funcionários de uma empresa.
Utilizamos a automação diariamente, como na abertura do veículo através da chave, acionamento dos vidros elétricos do carro e até mesmo no computador de bordo. Porém, em nossas residências, onde passamos a maior parte do nosso tempo, há pouca automação. Pode-se pensar que isso acontece pelo preço. Porém, é possível com um investimento de 5% a 15% do valor obra tornar uma casa ou a área comum de um condomínio muito mais funcional, inteligente e valorizada.

 

2 . Benefícios

  • Praticidade / facilidade
    Os sistemas automatizados possibilitam o controle fácil e intuitivo de qualquer tipo de equipamento, como cortinas, iluminação, ar-condicionado, alarme, portão da garagem, áudio e vídeo, além de ser possível proporcionar interações entre eles e centralizar o comando em uma única ferramenta, como um tablet por exemplo.
  • Conforto
    A automação proporciona o total controle da casa e das áreas comuns do condomínio de forma fácil e rápida. Por exemplo, tornar um ambiente mais aconchegante com ajuste de iluminação, abrir o portão da garagem pelo celular sem precisar levantar da cama, ativar o alarme durante uma viagem, fechar as cortinas, apagar as luzes e ligar o Home Theater sem sair do sofá, além de permitir que o porteiro gerencie as salas e as luzes das áreas comuns.
    – Sofisticação
Todas as funcionalidades da automação permitem a flexibilidade de projetos de decoração de interiores, escondendo equipamentos e fiações como exemplo, além de possibilitar o controle da casa e do condomínio através de equipamentos modernos, como um tablet, que agregam mais valor ao imóvel.
  • Controle e gerenciamento de energia e fluidos
    A automatização dos sistemas possibilita o monitoramento dos gastos de energia de equipamentos ou de conjunto de equipamentos, gerando economia e possibilitando um consumo consciente de recursos.
    A instalação desse sistema em prédios com medidores de energia, água e gás individuais em cada apartamento permite a medição automática do consumo desses recursos, gerando uma totalização que facilita o gerenciamento do condomínio e facilita o diagnóstico de problemas, como possíveis vazamentos.
  • Integração dos sistemas:
    A automação permite que todos os sistemas trabalhem em conjunto, trazendo benefícios aos usuários, como uso combinado de cortinas e da luz natural ou do ar condicionado e do aquecimento do piso, proporcionando economia de energia.

 

3 . O que pode ser integrado

  • Áudio e Vídeo:
    Receiver, processador de áudio, Blu-ray, DVD, CD player, SKY, NET, Apple TV, TVs, projetores, telas elétricas, sistemas de som ambiente, entre outros equipamentos de áudio e vídeo.
  • Cortinas:
    
Trilhos elétricos para cortinas, persianas elétricas, rolos elétricos (blackout de vinil), venezianas elétricas, etc.
  • Iluminação:
    
Todos os tipos de lâmpadas como holofotes, lâmpadas de grande potência ou sistemas de LED que mudam de cor conforme a automação determina.
  • Climatização:
    Controle de ar-condicionado, do aquecimento do piso e da interação entre esses. A automação possibilita que o sistema identifique quando ligar o condicionador de ar ou o aquecimento do piso baseado na temperatura de um termostato.
  • Segurança:
    Controle de sistemas de segurança, como câmeras e alarmes, localmente ou à distância.
  • Motores e Bombas:
    Controle de motores elétricos, como de portões da garagem ou da piscina, ou de bombas, como bombas hidráulicas, sistemas de irrigação, cascatas de piscina e etc., e integração dessas.
  • Medição de consumo de energia, água e gás
    Possibilita o monitoramento de qualquer equipamento elétrico ou de um conjunto de equipamentos, como medidores de consumo de água e de gás individuais em um prédio ou em uma residência facilitando o gerenciamento e detectando problemas como vazamentos.
  • Gerenciamento de fluídos:
    Usado para monitorar o consumo de recursos, como água, energia elétrica e gás, detectando assim possíveis vazamentos caso o consumo exceda o perfil normal utilizado. Esse sistema também economiza horas de trabalho, eliminando a necessidade de um colaborador ir nos medidores para coletar as informações.

Estação Meteorológica
Através de sensores de vento, umidade e temperatura é possível ficar sempre a par do clima, além de fornecer essas informações diariamente, através do site da empresa, por exemplo.

 

4 . Interfaces:

  • Tablets / Smartphones
    Através do tablet é possível controlar todos os sistemas da casa, como luz, som, abertura de portas e portões e etc., através de uma tela grande e móvel. É uma solução prática que proporciona ótimo custo benefício. Com as docas é possível transformar tablets móveis em painéis fixos.
  • Painéis fixos
    Esse tipo de equipamento facilita o dia a dia, deixando todos os comandos da casa sempre a mão. É ideal para uso em churrasqueiras e áreas de convívio comum. Por ser fixo, garante que o controle não seja perdido, além de ser de fácil manuseio, com tela touch screen.
  • Keypads / Pulsadores
    Os keypads e pulsadores são ideais para controlar qualquer sistema, como iluminação, áudio, vídeo, cortinas e até mesmo o ar-condicionado. Seu uso torna o acesso local fácil e prático, podendo ser utilizado até mesmo por pessoas com pouco conhecimento de tecnologia.
  • Controle Remoto
    Da mesma forma que o tablet, o controle remoto pode ser utilizado para controlar toda a casa ou área comum de um condomínio, principalmente áudio e vídeo dos sistemas de cinema e de som ambiente. Sua vantagem em relação ao tablet são os botões físicos, que permitem o uso do tato para operar os sistemas, sem precisar que o usuário olhe para o equipamento como no tablet.
  • Sensores
    Os sensores podem levar em consideração diferentes aspectos, como presença, temperatura, abertura de portas ou janelas, luz e etc. São utilizados para que o sistema interaja com o meio realizando tarefas, como acendimento automático de luz, aviso ao morador sobre uma janela aberta quando a residência estiver vazia, ou interação com os sistemas de segurança, que avisam o porteiro sobre um porta aberta, por exemplo.
    Funcionalidades
  • Acesso remoto
    Através dos sistemas automatizados é possível controlar e consultar a residência de qualquer lugar que tenha internet, como ligar as luzes, abrir o portão, verificar a área externa através das câmeras de segurança, ligar o ar-condicionado antes mesmo de chegar em casa e etc.
  • Agendamento de tarefas
    O agendamento de tarefas auxilia a realização de tarefas cotidianas, como a limpeza da piscina e o acendimento das luzes do jardim. Pode-se escolher em quais dias e horários os sistemas irão funcionar, reduzindo custos com pessoal, com eventuais esquecimentos e garantindo o bom funcionamento dos sistemas, principalmente em estruturas maiores como condomínios.
  • Tarefas autônomas
    Através dessa tecnologia, o sistema passa a realizar tarefas sozinho interagindo com o meio, baseado em acontecimentos externos captados por sensores. Como exemplo pode-se citar os alarmes que se baseiam em sensores, o acendimento de luzes durante o pôr-do-sol, a irrigação do jardim através de um sensor de umidade, cortinas que se fecham quando o sol começa a incidir em determinado ambiente e o ar-condicionado que aciona sozinho quando a temperatura aumenta ou diminui. Todas essas soluções funcionam tanto para residências quanto para condomínios.
  • Cenas / dimerização:
    Com a dimerização é possível controlar a intensidade de luz em cada conjunto de lâmpadas, conseguindo uma infinidade de possibilidades de iluminação. 
As cenas tornam o dia a dia mais prático, possibilitando o acionamento de cenas de luzes através de pulsadores, keypads, tablets e até mesmo sensores, reduzindo a quantidade de teclas necessárias para operar a iluminação da casa ou do condomínio. Por exemplo, deixar o ambiente mais aconchegante para um jantar romântico, escurecer o ambiente fechando as cortinas e ligando luzes pontuais para assistir a um filme, ligar um abajur para leitura de um livro e etc. Também é possível preparar o salão de festas para um momento especial, deixando o ambiente com pouca intensidade de luz.
  • Um toque
    Conjunto de ações realizadas através de um único toque de um botão, como a ativação de todo o sistema de Home Theater ou acionamento do ar-condicionado juntamente com uma cena de iluminação. Além disso, esse tipo de sistema permite a programação de várias tarefas ao mesmo tempo ou do desligamento de todos os outros sistemas da casa, como luzes e tomadas e acionamento de outros, como alarmes, também conhecido como Master off, e pode ser acionado a qualquer momento.